1994 Sítio do Pica Pau Esotérico – para Coro e Orquestra. Obra comissionada pela Escola de Música da UFBA, Salvador.

1998 Toccata Amazônica – para Sopros e Piano solista. Obra comissionada pela Fundação Carlos Gomes do Estado do Pará. Estreia no Teatro da Paz pelo Amazônia Jazz Ensemble com regência de Andi Pereira.

1999 Marias Nuas –  Obra comissionada pelo grupo vocal D’Quina para Lua

2000 Toronubá – Obra comissionada pelo Conservatório de Tatuí, estreia pelo Ensemble Villa-Lobos com regência de Andi Pereira. Versão para orquestra de Câmara – ENCOMPOR – Encontro de Compositores de Região Sul, estreia em 2001 pela Orquestra de Câmara do Theatro São Pedro com regência de Lutero Rodrigues.

2003 Amanduá, para piano solo. Obra comissionada pela pianista Olinda Allessandrini para o CD e DVD PamPiano.

2009 Série Brasil 2010 n.1 – Concerto para Duas Flautas, Cravo e Cordas. Obra comissionada pela FUNARTE. Bolsa de Estímulo a Criação Artística – Categoria Música Erudita.

2009 Série Brasil 2010 n.2 – Concerto Violão e Orquestra de Câmara Obra comissionada pela FUNARTE. Bolsa de Estímulo a Criação Artística – Categoria Música Erudita.

2011 Corpo de Lata – para Eufônio e Sax Obra comissionada por Fernando Deddos e Rodrigo Capistrano.

2011 Fantasia sobre Temas de Flausino Vale – para Violino e Cordas Obra comissionada pela Orquestra do Estado do Mato Grosso. Estreia sob a regência de Leandro Carvalho e Emmanuele Baldini (violino), Cuiabá.

2012 Abertura Brasil 2012 – para 8 Violoncelos Obra solicitada pelo UDI Cello Ensemble (direção Kayami Satomi). Versão orquestral estreada pela Orquestra Sinfônica Brasileira, regência de Leandro Carvalho.

2012 Série Brasil 2010 n.6 – Concerto para Violino e Cordas Obra solicitada por Emmanuele Baldini. Estreia Orquestra Sinfônica da Bahia, Salvador.

2014 Abertura Rio 2014 – para Orquestra Obra comissionada pela Orquestra Petrobras Sinfônica. Estreia no Theatro Municipal do RJ, regência de Felipe Prazeres.

2015 Abertura Rio 450 Anos – para Orquestra Obra comissionada pela Orquestra Sinfônica Brasileira. Estreia na Cidade das Artes, regência de Lee Mills.

2015 Série Brasil 2010 n. 8 – Concertante para Tímpanos e Orquestra – Obra solicitada por Pedro Sá. Estreia pela Orquestra Petrobrás Sinfônica, regência de Tobias Volkmann.

2016 Suíte Concertante – para Bandolim e Orquestra de Câmara Obra solicitada por Elias Barbosa. Estreia pela Orquestra da PUC, regência de Marcio Buzatto.

2016 Rapsódia Maracatu – para Piano e Orquestra Obra comissionada pela FUNARTE, Prêmio Funarte de Composição Clássica 2016. Estreia na Sala Cecília Meireles, Dimitri Cervo (piano), André Cardoso (regente).

2017 Prelúdio, Maracatu, Cantiga e Desafio – para Violoncelo Obra comissionada por Antônio Lauro Del Claro para o projeto Cello in solo Brasileiro.